Editora Coleta Científica http://portalcoleta.com.br/index.php/editora Editora Coleta Científica pt-BR Editora Coleta Científica 0000-0000 LIVRO: HANSENÍASE - ASPECTOS INTERPROFISSIONAIS E INTERDISCIPLINARES (VOLUME 3) http://portalcoleta.com.br/index.php/editora/article/view/143 <p>A Coordenação de Política Editorial (CPE) da Editora Coleta Científica torna pública esta chamada para submissões de capítulos do livro “Hanseníase: aspectos interprofissionais e interdisciplinares – volume 3”, conforme especificações deste edital.</p> Clodis Maria Tavares Closeny Maria Soares Modesto Edilbert Pellegrini Nahn Júnior Marcos Túlio Raposo Maria Inez Montagner Neudson Johnson Martinho Copyright (c) 2023 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2023-11-27 2023-11-27 04 04 DESAFIOS DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA: POLÍTICAS PÚBLICAS E PRÁTICAS EDUCATIVAS http://portalcoleta.com.br/index.php/editora/article/view/133 <p>A proposta desta obra tem sua gênese no <strong>Grupo de Estudos e Pesquisas</strong> <strong>Políticas Públicas Educacionais no âmbito da educação Básica (GEPPEB), </strong>cadastrado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e liderado pela Professora Doutora Valdivina Alves Ferreira, no âmbito do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação da Universidade Católica de Brasília. Os incentivos, orientações e estudos realizados pelos membros do GEPPEB possibilitaram a estruturação e sistematização dessa obra juntamente com os seus organizadores que são pesquisadores doutorandos do Programa de Pós-Graduação em Educação. Ressaltamos ainda as contribuições de pesquisadores convidados a exporem os resultados de suas investigações, colaborando assim para as discussões que norteiam o objetivo do GEPPEB.</p> <p>A obra compreende um conjunto de publicações que privilegiam resultados de pesquisas que abordam as políticas públicas educacionais e as práticas educativas. Estão presentes em seus capítulos temáticas importantes que permeiam os debates contemporâneos acerca dos desafios educacionais. Os capítulos mostram resultados que transitam desde a gestão democrática, enquanto proposta e desenvolvimento de um sistema nacional de educação, perpassando a avaliação comparada, as competências digitais, avaliação de larga escala, financiamento da educação, políticas da educação profissional, planos de educação e outros temas sempre na perspectiva teórica metodológica que acompanha e embasa as discussões sobre a educação na contemporaneidade.</p> <p>No primeiro capítulo, Carine Alencar, Tiago Thomaz e Dienner Silva buscam descrever o desenvolvimento das políticas educacionais brasileiras, bem como avaliar a gestão democrática em seus processos decisórios. Os autores discutem que esse tema possui diversas perspectivas, conceitos e cenários, influenciados fortemente por distintos marcos regulatórios.</p> <p>No segundo capítulo, Alessandro Aveni e Lúcio Pinho Filho relatam os resultados de análises comparadas e de indicadores da educação empreendedora na Europa. A análise mostra que as estratégias implementadas para educação empreendedora não se adequam aos desafios da sociedade.</p> <p>No terceiro capítulo, Ana Carolina Hee e Marli Melo objetivam apresentar a influência das tecnologias digitais no comportamento e desenvolvimento humano e analisar as relações da evolução educacional brasileira frente às recentes demandas. As autoras concluem que a educação deve ser o agente transformador capaz de formar indivíduos e promover o desenvolvimento de suas infinitas capacidades de ser, estar e agir.</p> <p>No quarto capítulo, Celismar Cavalcante, Luana Lopes e Valdivina Ferreira analisam os aspectos presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) que podem gerar reflexos para a construção da gestão da sala de aula dos anos finais do Ensino Fundamental. A pesquisa propiciou um olhar mais apurado sobre os possíveis caminhos na busca de superação de desafios e construção de novos rumos a partir da BNCC para o desenvolvimento de práticas que fortaleçam a gestão na sala de aula, compatível com as especificidades desta etapa da educação básica.</p> <p>No quinto capítulo, Juliana Pequeno, Valdivina Ferreira e Wagner Pequeno analisam e discutem os avanços na qualidade de educação no Distrito Federal, com base nos resultados quantitativos das avaliações de larga escala antes da Pandemia da Covid-19 (2017-2019). A pesquisa possibilita uma análise sobre os parâmetros de qualidade identificados a partir do sistema de avaliação em grande escala na educação do Distrito Federal.</p> <p>No sexto capítulo, Johnny Ferreira e Valdivina Ferreira procuraram refletir sobre o uso do dinheiro a partir da educação financeira. Os autores argumentam que a Educação Financeira é uma disciplina que possibilita compreender como funciona o dinheiro, tanto em nível do país quanto em nível individual ou familiar, e que fornece as ferramentas necessárias para realizar uma gestão adequada das finanças pessoais e garantir uma boa qualidade do presente e do futuro.</p> <p>No sétimo capítulo, Valdivina Ferreira apresenta o resultado de um estudo teórico cujo objetivo consiste em evidenciar algumas contribuições da teoria das formações por etapas das ações mentais à organização do ensino escolar. O texto apresenta os principais elementos discutidos nos trabalhos realizados pela pesquisadora russa Talízina em sua obra Psicologia de La Ensenanza.</p> <p>No oitavo capítulo, Rosemeire Leocádio e Ana Paula Sousa trazem um breve panorama sobre a Educação Profissional e Tecnológica, analisando algumas das principais políticas públicas que tratam do tema até a criação dos Institutos Federais. Nas análises, as autoras concluem que a educação profissional sempre foi pensada em atender de forma mais rápida e efetiva aos interesses da economia.</p> <p>No nono capítulo, Danilo da Costa e Valdivina Ferreira exploram as evidências em publicações que relatam os desafios da educação brasileira contemporânea acerca das políticas públicas e das práticas educativas. Os principais achados mostram o quanto as políticas públicas se fazem necessárias quando se discute sobre educação.</p> <p>No décimo capítulo, André Farias, Flávia Paniago e James Santos contextualizam sobre a possibilidade de aplicação da Aprendizagem Baseada em Problemas à prática docente da Pedagogia. Os autores concluíram que a Aprendizagem Baseada em Problemas é uma técnica pedagógica que também pode ser aplicada no processo de ensino e aprendizagem de estudantes de Pedagogia, uma vez que ela oferece potencial para ajudar os futuros pedagogos a se tornarem pensadores reflexivos e flexíveis, de modo que possam utilizar o aprendizado para a construção de conhecimento ativo e reflexivo para a ação.</p> <p>No décimo primeiro capítulo, Roberval Furtado, Valdivina Ferreira e Vasti Soares refletiram acerca dos aspectos históricos concernentes aos planos de educação no Brasil, desde o Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova de 1932 ao PNE 2014-2024. Os autores buscaram pautar a temática desses importantes instrumentos de planejamento da área educacional a partir do cenário apresentado e promover reflexões e novas indagações na perspectiva de que possam contribuir para a melhoria da qualidade da educação nacional de forma sistêmica.</p> <p>No décimo segundo capítulo, Thiago Cianni analisa o efeito dos pares entre alunos da educação básica matriculados em escolas com gestão privada que participam de programas de vale escolar. Para tanto, o autor contextualiza as eventuais contribuições do efeito dos pares em programas de vale escolar na educação básica brasileira ao integrar alunos de distintas classes sociais em um mesmo ambiente escolar.&nbsp;</p> <p>Assim, diante da complexidade do mundo contemporâneo, sobretudo nos esforços de efetivação e ampliação das discussões acerca das políticas públicas de educação, apresentamos uma obra que visa, em seu escopo, dialogar com diversos sujeitos do contexto educacional. A obra tem como fundamento a identificação dos problemas basilares que demarcam e circundam a realidade brasileira, tornando a efetivação das políticas um desafio que se configura na esfera administrativa, docente e principalmente no contexto do ambiente escolar.&nbsp;</p> <p>Por fim, desejamos uma leitura proveitosa, que esse material seja significativo e que possa contribuir com pesquisas futuras, análise do presente e propostas de efetivação de políticas educacionais no cenário complexo da educação brasileira contemporânea.</p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> <p>Boa Leitura!</p> <p>&nbsp;</p> <p>Os organizadores.</p> André Leite de Farias Danilo da Costa Roberval Angelo Furtado Denylson Douglas de Lima Cardoso Copyright (c) 2023 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2023-02-15 2023-02-15 170 170 10.29327/5181690 Direito Animal e Direito do Consumidor: interseções jurídicas http://portalcoleta.com.br/index.php/editora/article/view/134 <p>Os ilustres professores Arthur Henrique de Pontes Regis, Fabrício Germano Alves e Jonas Rodrigo Gonçalves muito me honraram com o convite para prefaciar essa obra tão importante para o panorama do Direito Animal no Brasil e a sua interface com o Direito do Consumidor.</p> <p>O livro é composto por dez artigos, os quais passarei a tecer comentários.</p> <p>O primeiro trata da publicidade enganosa de alimentos derivados de animais, no qual os autores demonstram o quanto a publicidade serve para vulnerabilizar a parte consumidora e colabora para sustentar tradicionais hábitos de consumo de produtos de origem animal.</p> <p>Na sequência, reflete-se sobre a responsabilidade civil dos “petshops” e clínicas veterinárias pelo dano causado ao animal não humano. Onde se realiza uma análise do mercado de consumo “pet” no Brasil, bem como se verifica o tema sob o ponto de vista doutrinário e jurisprudencial, demonstrando a responsabilidade objetiva na hipótese de dano e o entendimento consolidado à reparação dos danos materiais ou morais que decorram de atos praticados por terceiros que prejudiquem o bem-estar físico ou psicológico dos animais.</p> <p>O capítulo três trata da responsabilidade penal dos fornecedores por maus-tratos de animais que são cozinhados vivos. Assunto extremamente pertinente, que tangencia a senciência, em especial, dos caranguejos, lagostas e polvos e como essa não pode ser desconsiderada em nenhuma circunstância. Questiona-se se essa prática pode ser considerada abusiva por parte do fornecedor.</p> <p>Logo após, discorre-se acerca dos veículos de tração animal. Implicações acerca do direito dos animais e do direito do consumidor, no que diz respeito ao uso de veículos de tração animal em estabelecimentos comerciais. Investiga-se a respeito se há preocupação dos estabelecimentos comerciais em garantirem o bem-estar animal e a vedação aos maus-tratos, sob a perspectiva da dignidade animal.</p> <p>O capítulo cinco trata do uso e comercialização de coleira de choque em cães do Rio de Janeiro, verifica-se a ilegalidade de tal prática à luz da teoria geral do Direito Animal e da prática de crime de maus-tratos. Interessante notar que a prática ocorre, ao arrepio da lei, na medida em que se comercializam coleiras de choque para utilização em cães, em lojas e estabelecimentos. Isso demonstra a necessidade de aprofundamento acadêmico acerca dos liames entre o Direito do Consumidor e o Direito Animal.</p> <p>Em seguida, estuda-se, na obra ora prefaciada, a publicidade enganosa e abusiva em produtos ofertados como veganos. Outro tema absolutamente necessário e carente de aprofundamento pela comunidade acadêmica.</p> <p>O sétimo capítulo discorre acerca da responsabilidade das concessionárias de serviço publico em caso de danos causados aos animais nas rodovias pedagiadas. Da mesma forma que os humanos, desenvolve-se o argumento que os animais que estão em trânsito nas rodovias pedagiadas merecem socorro das concessionárias em caso de acidentes, uma vez que a mencionada rodovia é de sua responsabilidade, bem como todo dano que ocorre em seu perímetro. Tema extremamente atual e instigante.</p> <p>O próximo capítulo trata da rotulagem de alimentos vegetarianos e veganos e o direito à informação. O artigo se propõe a analisar a importância e os fundamentos de se priorizarem os selos em embalagens, no que diz respeito às informações acerca do produto a ser consumido, a fim de que os interesses coletivos e individuais homogêneos dos consumidores sejam respeitados.</p> <p>No capítulo que trata do animal não humano como consumidor, faz-se uma interessante reflexão sobre o crescimento do consumo de produtos para animais, a fim de demonstrar que os animais (“pets”) podem ser caracterizados como consumidores padrões (“standard”), ou por equiparação (“bystander”), e que se trata de aplicar o artigo 17 do Código de Defesa do Consumidor, com uma abordagem inédita acerca do tema.</p> <p>Por fim, no último capítulo, é trazido um panorama elucidativo da jurisprudência em se tratando do consumidor e sob a perspectiva da lesão ao direito de escolha consciente de consumo de produtos de origem animal, principalmente no que concerne aos maus-tratos.</p> <p>Quero prestar minha homenagem aos autores e coautores desta obra, agradeço em nome dos animais e das gerações futuras por esse trabalho tão necessário.</p> <p> </p> <p> </p> <p><strong>Profa. Dra Nina Disconzi</strong></p> Arthur Henrique de Pontes Regis Fabrício Germano Alves Jonas Rodrigo Gonçalves Copyright (c) 2023 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2023-02-16 2023-02-16 164 164 PROTOCOLO CLÍNICO: SEGUIMENTO PÓS-OPERATÓRIO DO SERVIÇO DE CIRURGIA METABÓLICA PARA DIABETES MELLITUS TIPO 2 DO HOSPITAL REGIONAL DA ASA NORTE - BRASÍLIA, DF http://portalcoleta.com.br/index.php/editora/article/view/136 <p>Este protocolo é produto de uma extensa e embasada pesquisa do Programa de Mestrado Profissional em Ciências para a Saúde (MPCS) da Escola Superior em Ciências da Saúde (ESCS) da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS) da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal (SES-DF). Foi realizado na Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal da cidade de Brasília que atende aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).</p> <p>O objetivo deste protocolo é estruturar a prática da equipe multidisciplinar do Serviço de Cirurgia&nbsp;Metabólica para Diabetes Mellitus tipo 2 do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), Brasília-DF, no âmbito da assistência médica aos pacientes submetidos a este procedimento neste serviço, podendo ser utilizado por outros serviços afins.</p> <p>Desejamos a todos (as) uma excelente leitura e que esse protocolo intitulado “PROTOCOLO CLÍNICO: SEGUIMENTO PÓS-OPERATÓRIO DO SERVIÇO DE CIRURGIA METABÓLICA PARA DIABETES MELLITUS TIPO 2 DO HOSPITAL REGIONAL DA ASA NORTE - BRASÍLIA, DF” possa subsidiar a prática clínica.</p> Diana Aristotelis Rocha de Sá Renata Costa Fortes Copyright (c) 2023 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2023-03-01 2023-03-01 51 51 10.29327/5189509 Cartilha de educação nutricional para pessoas com fenilcetonúria http://portalcoleta.com.br/index.php/editora/article/view/142 <p>O propósito desta cartilha é informar, de forma leve e didática, as pessoas com Fenilcetonúria, suas famílias, amigos e cuidadores; por meio de exemplos lúdicos e práticos sobre a Fenilcetonúria e seu tratamento dietético. O acesso a informações confiáveis sobre a alimentação adequada e saudável na Fenilcetonúria contribui para que as pessoas, famílias e comunidades ampliem a autonomia para realizar escolhas alimentares e para que exerçam o cumprimento do direito humano à alimentação adequada.</p> <p>Alguns fatores podem dificultar a adoção continua ao padrão alimentar saudável para Fenilcetonúria como o custo mais elevado dos alimentos hipoproteicos, minimamente processados e naturais em comparação com os ultraprocessados, a necessidade de fazer refeições fora de casa, em locais onde não são oferecidas opções de alimentação com baixo teor de fenilalanina, a ausência de opção de substitutos de proteína mais palatáveis e a exposição intensa à publicidade de alimentos ricos em proteínas e inadequados para o seguimento do plano alimentar.</p> <p>A literatura científica coletada nas bases de dados forneceu alicerces para o desenvolvimento do conteúdo, garantindo a confiabilidade das informações. As sessões foram divididas com base nas principais dúvidas dos pacientes e familiares, nos links "Saiba mais" e, ao ser clicada, é exibida uma outra página na internet ou rede social com informação adicional sobre o tema.</p> Monique Poubel Adriana Haack Copyright (c) 2023 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2023-10-02 2023-10-02 50 50 Os impactos ambientais e sociais da repavimentação da Rodovia BR-319: uma análise sob a ótica dos princípios da dignidade da pessoa humana e do direito de ir e vir http://portalcoleta.com.br/index.php/editora/article/view/148 <p>O presente trabalho objetiva explorar as vias de sustentabilidade no processo de repavimentação da Rodovia BR-319, tendo como princípios norteadores o direito fundamental da dignidade da pessoa humana e o direito de ir e vir. Buscou-se também analisar os impactos sociais que a existência da rodovia traz para os habitantes de suas áreas circunvizinhas e para o sistema rodoviário brasileiro como um todo, com enfoque no chamado “trecho do meio”, que se estende do km 250,70 ao km 656,40. Para a pesquisa foram utilizados o Relatório de Impacto Ambiental de 2021, feito pelo Departamento Nacional de Infraestrutura, bem como outras pesquisas disponíveis acerca da BR-319 online, notícias e doutrinas jurídicas.</p> Grupo de Pesquisa em Direitos Humanos e Direitos Fundamentais Copyright (c) 2024 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2023-12-31 2023-12-31 76 76 10.29327/5341956 ABORDAGENS INTERDISCIPLINARES EM SAÚDE DA FAMÍLIA – VOLUME 3 http://portalcoleta.com.br/index.php/editora/article/view/153 <p>A obra “Abordagens interdisciplinares em saúde da família – volume 3” advém do resultado de submissões do Edital 02/2022 publicado pela Editora Coleta Científica (sediada em Unaí/MG).</p> <p>O livro contou com as organizadoras: Profa. Me. Amanda Cabral dos Santos (http://lattes.cnpq.br/3800336696574536); Profa. Dra. Maria Liz Cunha de Oliveira (http://lattes.cnpq.br/8444432728032111); e Profa. Me. Walquiria Lene dos Santos (http://lattes.cnpq.br/4723603129713855). Os editores da obra foram Prof. Dr. Jonas Rodrigo Gonçalves (http://lattes.cnpq.br/6904924103696696) e Prof. Me. Danilo da Costa (http://lattes.cnpq.br/9522717317530051). A capa e a supervisão foram realizadas pelo Prof. Me. Danilo da Costa.</p> <p>Esta obra congrega submissões exógenas, advindas de diversas localidades do Brasil, de manuscritos de diversas naturezas: trabalhos de conclusão de curso; projetos de pesquisa; projetos de iniciação científica; projetos de extensão; metodologias ativas de produção escrita no lugar de provas tradicionais de disciplinas curriculares; trabalhos originais; trabalhos de revisão bibliográfica; entre outros tipos de escritas acadêmicas.</p> <p>Todos os capítulos são estruturados com: título, resumo e palavras-chave em português e inglês; identificação dos autores (currículo, e-mail, link do Lattes e do Orcid, afiliação institucional e formação); introdução; desenvolvimento; considerações finais; referências.</p> <p>Foi seguido o processo de revisão às cegas por pares de forma a garantir uma boa qualidade de forma e conteúdo dos capítulos que compõem a obra.</p> <p>Em 2021 a Editora Coleta Científica lançou o primeiro volume desta obra, em 2022 lançou o segundo volume desta obra, e, devido ao seu sucesso e à sua repercussão positiva no meio acadêmico e científico, a editora apresenta o terceiro volume da mesma obra, com novos capítulos e novas discussões sobre este tema de tamanha relevância.</p> <p>Ótima leitura a todos(as)!</p> <p>&nbsp;</p> <p>Prof. Dr. Jonas Rodrigo Gonçalves</p> <p>Editor</p> Amanda Cabral dos Santos Maria Liz Cunha de Oliveira Walquiria Lene dos Santos Copyright (c) 2023 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2023-12-30 2023-12-30 92 92