EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO NA SAÚDE: UMA ANÁLISE DAS OPORTUNIDADES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.4750286

Palavras-chave:

ECONOMIA DA SAÚDE. EMPREENDEDORISMO. OPORTUNIDADES

Resumo

A pesquisa parte do tema da economia da saúde pensado as oportunidades presentes e devidas a discussão sobre os sistemas atuais em decorrência da pandemia de Covid-19. A analise e exploratória com base uma pesquisa bibliográfica e uma abordagem didática para chegar ao resultado de fornecer uma lista de oportunidades no mercado. O trabalho mostra a importância do setor saúde para os PIBs nacionais, os elementos que caracterizam a economia da saúde e os modelos cognitivos usados para definir demanda e oferta do bem saúde. O resultado mostra oportunidades em diferentes áreas inovadoras como serviços de assistência à saúde; diagnóstico e terapêutico; financiamento e pagamento; bem-estar e plataformas e suporte. A analise tem foco na demanda, foco que se diferencia da abordagem econômica clássica que tem como base o modelo de analise da oferta, modelo ainda utilizado, sobretudo pelo poder publico na sua gestão do sistema de saúde publico

Biografia do Autor

Alessandro Aveni, Universidade de Brasília, UnB, DF, Brasil

Orcid: http://orcid.org/0000-0001-6266-6818
Lattes: http://lattes.cnpq.br/0679425851663633
Universidade de Brasília, UnB, DF, Brasil
E-mail: alessandro@unb.br

Referências

Arrow, K. (1963), 941–973, «Uncertainty and the welfare economics of medi-cal care», American Economic Review, 53 (5)

Aveni A. (2020a) Sistemas de Saúde e Economia da Saúde –Impactos Cau-sados pela COVID-19 Healt Systemas and Healt Economy – Impacts Caused by COVID-19. Cadernos de Prospecção – Salvador, v. 13, n. 2, Edição Espe-cial, p. 477-493, abril, 2020

Aveni A. (2020b) Post-Modern health economy and demand paradox in eco-nomics models. Evidence after Covid-19. Revista JRG de Estudos Acadêmi-cos - Ano III. 3 n. 7 (2020):, volume III, n.7 (jul./dez.) - ISSN: 2595-1661

BRASIL (2012) Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento. Microeconomia / Ministério da Saúde, Secretaria-Executiva, Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento. – Brasília : Ministério da Saúde, 2012

Folland, (2013) Sherman. The economics of health and health care/Sherman Folland, Allen C. Goodman, Miron Stano.—7th ed.

Grossman, Michael (1972), «On the Concept of Health Capital and the De-mand for Health», Journal of Political Economy (em inglês), 80 (2): 223–255.

OECD (2019), Health at a Glance 2019: OECD Indicators, OECD Publishing, Paris, https://doi.org/10.1787/4dd50c09-en.

OECD/EU (2018), Health at a Glance: Europe 2018: State of Health in the EU Cycle, OECD Publishing, Paris. https://doi.org/10.1787/health_glance_eur-2018-en

PricewaterhouseCoopers (2021) PWC. Accelerating the health economy of tomorrow Revista eletronica PWC em: https://www.pwc.com/gx/en/industries/healthcare/publications/assets/pwc-new-health-economy.pdf acesso 5 de maio de 2021.

WHO (2019) World health statistics 2019: monitoring health for the SDGs, sustainable development goals. Editor: World Health Organization.

Publicado

2020-12-20

Como Citar

Aveni, A. . (2020). EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO NA SAÚDE: UMA ANÁLISE DAS OPORTUNIDADES. Revista Coleta Científica, 4(8), 67–81. https://doi.org/10.5281/zenodo.4750286